PROJETO "SER"

SOLIDARIEDADE DE EXCELÊNCIA RECONHECIDOS

PRESSUPOSTOS DO PROJETO 'SER'

  1. Conferir ao projecto uma identidade própria, representando uma referência de modernidade e eficiência quer a nível interno, quer na relação das Instituições de Solidariedade Social com o mercado.
    Sugestão de designação: Projecto SER – SOLIDARIEDADE DE EXCELÊNCIA RECONHECIDA
  2. Assegurar um efectivo impacto nas Instituições de Solidariedade Social, conciliando o respeito pela autonomia de cada Instituições Solidariedade Social com a harmonização de procedimentos, níveis de eficiência  e imagem externa de que todos e cada um pode beneficiar;
  3. Trabalhar com o grupo de Instituições de Solidariedade Social, garantindo uma dimensão crítica suficiente ao tratamento de uma certa diversidade cujos resultados possam efectivamente permitir o impacto pretendido, através de efeitos de demonstração e de arrastamento.
  4. Estimular dinâmicas de cooperação e competição inter e intra Instituições de Solidariedade Social, promovendo a iniciativa e a inovação.
  5. Identificar, reconhecer, valorizar e replicar “melhores práticas”, mantendo um sistema permanente de um benchmarking (quer ao nível das Instituições de Solidariedade Social quer no âmbito das valências tradicionais, à escala mais alargada que for pretendida).     

Procuramos pois que a proposta de serviços e metodológica responda objectiva, directa e exactamente à medida das necessidades dum conjunto de Instituições de Solidariedade Social, com o objectivo da implementação dum SGQ nas valências / respostas sociais de actividade e nos locais posteriormente identificados. É perspectiva da metodologia deste projecto, que cada Instituições de Solidariedade Social insira neste projecto, as suas experiências e actividades, partilhando-se em grupo a implementação do SGQ na totalidade das valências / respostas sociais existentes no grupo.

Para além do trabalho inerente ao efectivo cumprimento das exigências dos referenciais normativos a adoptar (ISO 9001) e do Instituto da Segurança Social, inerentes à V/ actividade), procuramos conceber uma metodologia de trabalho específica para o caso dum GRUPO DE Instituições de Solidariedade Social que decidam avançar com a implementação do SGQ, visando optimizar a dinâmica inerente à implementação deste sistema de gestão, afirmando o projecto como uma iniciativa mobilizadora, motivadora, inovadora e credibilizadora das competências, produtos e serviços oferecidos pelas Instituições de Solidariedade Social à comunidade.

Valorizando tal propósito, a dinamização do projecto (desde a sua conceptualização à sua implementação e monitorização) será alicerçada em Grupos/Equipas de Trabalho, cuja actividade deverá ter objectivos concretos, uma disciplina de trabalho e um ritmo adequado aos interesses  e necessidades das ISS em grupo, às exigências do SGQ e às capacidades e também interesses dos seus membros.

Parece-nos adequado admitir e propor que o modelo de dinamização do projecto de concepção e implementação do SGQ combine o modelo orgânico-funcional de tipologia  hierárquica e departamental por ISS com um modelo de tipo matricial das ISS, que favoreça e robusteça a participação, a comunicação e a responsabilização (mais orientada pelo reforço do “empowerment”), quer ao nível individual quer ao nível de estruturas operacionais das diferentes ISS.

OS GRUPOS/EQUIPAS DE TRABALHO, PODERÃO SER ESTRUTURADOS EM TORNO DOS SEGUINTES VECTORES DE ORIENTAÇÃO:

Dinâmicas INTRA – “ISS”, orientadas sobretudo para a busca de soluções de melhoria (eficácia e eficiência) e de inovação dos seus processos organizacionais específicos;

Dinâmicas INTER – “ISS”, com a mesma vocação, mas promovendo especificamente a comunicação, cooperação, partilha de experiências e de méritos entre as distintas ISS;

Dinâmicas de PROJECTO/MISSÃO, orientadas para objectivos muito concretos, de carácter operacional e/ou estratégico, envolvendo profissionais das  ISS, independentemente da Instituição em que estejam integrados e podendo mesmo incluir recursos externos, como outros profissionais e consultores (caso os temas ou soluções em estudo requeiram competências não disponíveis nas ISS).

FORMULÁRIO DE CONTACTO

Se desejar mais informação sobre este produto, entre em contacto connosco.

Ao submeter este formulário estou a autorizar, nos termos do Regulamento Geral de Protecção de Dados, a recolha, processamento e utilização dos meus dados pessoais no contexto da utilização dos mesmos para os efeitos previstos no âmbito de todos os serviços prestados pela Process Advice - Auditoria, Consultoria e Assessoria de Gestão Lda..